Mais do que uma rede social, o Facebook nos permite encontrar muitas informações interessantes. Para nós, bateristas fanáticos, a rede social se tornou um dos meios de divulgação dos nossos trabalhos. Navegando esses dias em meu perfil, me deparo com um dos posts do baterista Tiago de Souza. Além de ser um excelente músico, ele posta muitos assuntos interessantes sobre arte, literatura, e é claro, baterias e bateristas. Mas, dessa vez, mais do que nas outras, uma de suas publicações realmente me chamou atenção.

Baterista Jim Chapin
Fonte da imagem: Drummerworld

Publicação original:

‘”Compreendi que o trabalho de um artista não está apenas na Arte, mas na invenção de razões para que a Arte seja admirável. Um homem se confunde gradualmente com a forma do seu destino”. (J. L. Borges. O Aleph. Pág. 125)

Assistam esse vídeo do mestre Jim Chapin. Nem que seja por apenas 30 segundos. Um “cascudo” (e quem sabe um estímulo) na cabeça de quem diz não ter tempo nem condições … Inclusive na minha.’

E quando abri o vídeo, vejo Jim Chapin, um dos mais brilhantes bateristas que já existiu. Quem hoje fica usando o técnica de Mola (Moeller Technique), tem muito a agradecer ao nosso amigo Jim.

Mas, assista esse vídeo, que, acredito eu, muitas desculpas esfarrapadas que você dá quando o assunto é ‘treinar bateria’, não irão servir mais para você.

Vídeo indisponível no momento

Baterista de verdade, é aquele apaixonado, que ama ficar batucando nas coisas, que quando escuta uma música fica prestando atenção nas levadas, nas viradas, no groove. É aquele que estuda, pratica, em qualquer situação. Ao nosso grande Jim, uma homenagem pela sua dedicação e disciplina, pelo baterista que você foi e sempre será para cada um de nós.

Jim Chapin faleceu em 4 de Julho de 2009, deixando um legado admirável, sendo autor de vários métodos de Jazz, e técnicas para bateristas. Amante do seu instrumento até os últimos dias de sua vida.

Veja Também:
+
Dicas para ser um bom baterista

CONTEÚDO VIP

COMPARTILHAR
Tiago de Souza
Vencedor do Batuka! 2011 e 2º lugar no Mapex - Drummers of Tomorrow 2012, o carioca Tiago de Souza começou a tocar bateria em 2002 e profissionalizou-se em 2007. Cursou Teoria Musical e hoje acompanha artistas, bandas, músicos, e dá aulas particulares.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA