Um problema para muitos bateristas é a agilidade com as mãos, principalmente a mão esquerda. Por isso, estamos publicando aqui alguns exercícios para treinamento de velocidade usando toques simples, toques duplos e paradiddles. Para a execução e treinamento desses exercícios é aconselhável o uso do Metrônomo. Então, vamos lá!

Estude em uma velocidade lenta, não se preocupe em fazer rápido logo no início; e seja periódico, é melhor praticar 15 minutos todos os dias do que 4 horas só no sábado, por exemplo.

Tocando bateria - Ganhando agilidade com as mãos

Toques simples: começando a agilidade com as mãos

D E D E ==> em semicolcheia (4 batidas por tempo do metrônomo = 16 toques de mão por compasso).

Aumente gradativamente a velocidade do metrônomo de 4 em 4bpm (batimentos por minuto), começando no 60bpm. Quando estiver percebendo facilidade e “perfeição” na execução do exercício, aumente a velocidade, pois isso irá ajudar muito a manulação, ou seja, o movimento dos punhos.

Toques duplos e paradiddles

D D E E ==> mesmo conceito dos tempos, isso irá ajudar os dedos, porque o segundo toque sempre é feito com os dedos. Por último, vamos fazer os famosos paradiddles na batera, para soltar os braços. Veja só!

D E D D E D E E
D E E D E D D E
D D E D E E D E

Nestes últimos exemplos de paradiddles você começa fazendo tudo na caixa, depois tenta passar a acentuação para os tons e surdos, mais adiante para os pratos (tocando o bumbo junto) e depois inverta. Faça os paradiddles nos tons e surdo e as acentuações na caixa.

Por último você pode fazer os paradiddles com a mão direita no prato de condução e a mão esquerda no tom (ou chimbal) com as acentuações na caixa.

Se quiser aprender mais Exercícios para bateristas é só procurar aqui no site, temos muito mais artigos relacionados a eles.

CONTEÚDO VIP

COMPARTILHAR
Leonardo Telles
Proprietário do site Som Batera e baterista profissional, descobriu sua paixão pela música muito novo, aos 6 anos de idade. Hoje, toca com vários músicos e partilha conhecimentos por meio do Som Batera.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA