Hoje vamos continuar a adaptar nossas necessidades ao Alfabeto Rítmico criado pelo baterista Benny Greb (aconselho a ler sobre, antes de prosseguir).

Sempre tive dificuldades em estudar vassourinhas, pela incerteza se estava fazendo certo ou errado.

Coloquei desenhos aqui, porque realmente é a melhor forma de explicar a ideia, mas não deixe de conferir o vídeo. Este exercício pretende ser um dos primeiros passos para quem quer entender e dominar o estudo de vassourinhas do jazz. Nestes anos, descobri que a razão de existir tantas formas de tocar e poucos métodos sobre este assunto é explicável, pois é muito particular a forma de tocá-las.

Como tocar com vassourinhas

Aqui, pretendo deixar você com uma habilidade no movimento e na acentuação, não tenha dúvidas que o som e o suingue vem junto com a intimidade e a prática de horas nas vassourinhas.

Não deixe de estudar livros que aprofundem seus conhecimentos e principalmente ouvir os mestres no assunto.

Inicie entendendo o movimento principal e aonde ficam os pontos de referência: azul, verde, vermelho e amarelo, sem isso não tem como fazer direito.

O movimento simultâneo com as vassourinhas

Como tocar com Vassourinhas - Movimento simultâneo das mãos

O primeiro movimento é o arrasto das vassourinhas na pela da caixa, a mão esquerda fazendo um movimento de vai e volta do “azul” ao “verde” e a mão direita fazendo exatamente o contrário. Do “vermelho” ao “amarelo” como mostra o desenho acima, de forma simultânea e contínua.

Agora, precisamos realizar o acento (slap) um toque onde o pulso levanta um pouquinho e ataca como um chicote sem perder o contato com a pele. Os slaps irão mudando conforme as letras do alfabeto, alternando entre as mãos direita e esquerda. Para ter uma explicação melhor, assista ao vídeo.

Como tocar com Vassourinhas - Slap de punho

Referencia :

Como tocar com Vassourinhas - Swing Feel - Partitura

Usando alfabeto adaptado só de “A” a letra “P”.

Como tocar com Vassourinhas - Alfabeto rítmico - Benny Greb

Exemplos de movimentos sobre as letras “A”, “B”, “C” e “D”.

Como tocar com Vassourinhas - 4 exemplos

Aqui, somente as primeiras você deve fazer do começo ao fim, sempre mantendo as vassourinhas em contato com a pele da caixa. A contagem para cada letra sempre será pensando nos quarto tempos.

Está na hora do bumbo

Resolvido as mãos? agora vamos juntar a base dos pés, bumbo tocando semínimas (muito leves) e hi-hat na segunda e quarta figura.

Use sempre um metrônomo e comece devagar, se preocupando com a qualidade do som e o movimento correto, a velocidade virá com as repetições.

CONTEÚDO VIP

COMPARTILHAR
Julio Bittencourt
É formado pela Universidade Livre de Música Tom Jobim e diretor do Instituto Musical Bittencourt (IMB). Estudou com grandes bateristas como: John Riley, Zé Eduardo Nazário, Duda Neves e Toniquinho. Atualmente é endorsee das marcas Gretsch e Drum Pads.

4 Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA