O processo de fabricação dos pratos de bateria, teoricamente falando, pode parecer simples, mas, abaixo, você poderá ver os muitos processos que os três metais básicos precisam passar para chegar em nossas mãos e tirarmos o nosso som.

Sabemos que existem muitas fabricantes famosas e de qualidade, como a Zildjian, Sabian, Soultone, Stanbul Mehmet, Paste, Turkish, entre muitas outras; mas cada prato de bateria tem sua própria característica; até pratos da mesma série, mas com períodos de fabricação diferentes, podem ter sons diferentes.

Fabricação dos pratos de bateria

A fundição dos metais: Cobre, Estanho e Prata (em alguns casos) é o início de todo o processo. O Cobre e Estanho derretem muito rápido, em uma temperatura de 1.149°C gerados pelo processo térmico usado na fundição.

Após isso, são formados pequenos discos, que são aquecidos novamente e prensados para aumentar de tamanho, só que esse processo de prensamento, pode ocorrer várias vezes, dependendo do tipo de prato desejado, e isso fortalece ainda mais a estrutura dos pratos de bateria.

Fabricacao de pratos de bateriaFabricacao de pratos de bateriaFabricacao de pratos de bateria

Cada batida do martelo comprime o bronze, criando uma covinha que aumenta a complexidade tonal do som dos pratos. Onde e quantas vezes o objeto é atingido, a força usada no golpeamento determinam o resultado final, determinando a velocidade das vibrações que movem-se ao redor e através do prato.

O prato feito mecanicamente, tende a aumentar o tom, a ser mais agudo; aumentando o brilho e o corte do som.

O processo de fabricação dos pratos de bateria

Confira o vídeo produzido pela Sabian que nos mostra a produção de seus pratos de bateria.

• • •

Como você acabou de assistir, os pratos são materiais relativamente “preciosos”, então cuide bem desses instrumentos que completam a nossa bateria. Após o uso, sempre limpe com um pano seco para tirar as marcas de dedos, gotas, etc., pois fazendo isso, os nossos pratos irão durar muito mais.

CONTEÚDO VIP

COMPARTILHAR
Leonardo Telles
Proprietário do site Som Batera e baterista profissional, descobriu sua paixão pela música muito novo, aos 6 anos de idade. Hoje, toca com vários músicos e partilha conhecimentos por meio do Som Batera.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA